Vemos a natureza cientificamente e a ciência naturalmente

O que é Institute NaturScience?


Institute NaturScience surgiu com o objetivo de partilhar o conhecimento sobre nutrição e desenvolvimento infantil, recomendações de especialistas e orientações de sociedades médicas, legislação em vigor, descobertas nesta área e também o que se conhece de nutracêuticos ou de produtos naturais. Informaremos os profissionais de saúde sobre o aleitamento materno e também sobre os componentes do leite materno que são utilizados como ingredientes nas fórmulas lácteas e alimentos para bebés.

Apoiados em mais de 620 estudos científicos, que estão em continua atualização e desenvolvimento, partilhamos informações relevantes sobre a saúde dos bebés, a alimentação nas várias etapas de crescimento e o aleitamento materno.

O nosso objetivo

Downloads


Encontrar temas selecionados


  • Oligossacáridos do leite materno (HMO)


    Os oligossacáridos do leite materno são, com concentrações entre 1 - 15 g/l, a terceira maior fração de componentes do leite materno. Contêm cerca de 200 isoformas de oligossacáridos individuais. A elevada concentração, associada à diversidade estrutural, é característica do leite materno.

    Embora os HMOs apresentem uma diversidade estrutural, todos eles possuem uma estrutura-base comum

    Estrutura-base comum dos oligossacáridos do leite materno

    Os HMOs presentes no leite materno , diferem de mãe para mãe e são geneticamente dependentes, devido à sua elevada concentração, associada à diversidade estrutural. Os HMOs fucosilados são os oligossacáridos mais abundantes do leite materno, destacando-se entre eles, o 2'-fucosillactose ou o 2’FL.

    Os HMOs possuem numerosos efeitos benéficos, entre os quais:

    1. Os HMOs têm uma ação prebiótica ao estimularem o crescimento de bactérias específicas; as isoformas individuais dos HMOs são possíveis prebióticos que podem melhorar a saúde.
    2. Os HMOs unem-se aos agentes patogénicos intestinais, reduzindo a suscetibilidade a infeções.
    3. Ao formar a microbiota intestinal, os HMOs modulam indiretamente o sistema imunitário sistémico da mucosa, por exemplo, reduzindo o uso de medicamentos, reduzindo a mortalidade ou reduzindo o risco de doenças respiratórias e entéricas.

    Está cientificamente provado que os bebés alimentados com leite materno, podem obter uma maior proteção contra infeções, modulada pelos oligossacáridos do leite materno. Uma elevada ingestão de HMOs está associada a um menor risco de diarreia, um efeito que parece estar particularmente relacionado com os HMO fucosilados. Além disso, a redução de doenças respiratórias e dos brônquios, podem estar relacionadas com a 2'-fucosillactose e com a lacto-N-neo‑tetraose.

    Estudos científicos sobre HMOs quase quadruplicaram desde 2010 (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/). Este facto é devido ao desenvolvimento a escala industrial, de novas técnicas de processamento e produção de algumas isoformas dos HMOs. Até ao inicio deste século, os oligossacáridos do leite materno apenas podiam ser extraídos do leite materno, e a sua eficácia era testada em pequena escala e limitada a estudos laboratoriais. O leite de vaca ou de cabra possuí baixo teor de oligossacáridos, devido às reduzidas concentrações de HMOs e falta-lhes a diversidade dos existentes no leite materno.

    Por todos estes motivos, verifica-se uma elevada tendência em adicionar os HMOs às fórmulas lácteas, devido aos seus benefícios comprovados.

    Até ao presente momento, a União Europeia permite que se adicionem quatro HMOs aos alimentos para lactentes, são eles: 2'-fucosillactose (2'FL), lacto-N-neo-tetraose (LNnT), difucosillactose (DiFL) e lacto‑N‑tetraose (LNT) (UE/2016/375; UE/2016/376⁠; UE/2019/1979).

    Se pretende saber mais informações sobre as caraterísticas e funções dos HMOs na saúde do lactente, na regularização e estrutura genética, bem como a legislação em vigor sobre os tipos de HMOs e as concentrações máximas permitidas pela Comissão Europeia, clique aqui

    Referencias

    Donovan SM , Comstock SS. Human Milk Oligosaccharides Influence Neonatal Mucosal and Systemic Immunity. Ann Nutr Metab. 2016;69 Suppl 2(Suppl 2):42-51; https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28103609/
    Bode L. Human milk oligosaccharides: every baby needs a sugar mama. Glycobiology . 2012 Sep;22(9):1147-62; https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22513036/
    Gibson R et al. Expert consensus document: The International Scientific Association for Probiotics and Prebiotics (ISAPP) consensus statement on the definition and scope of prebiotics. Nat Rev  Gastroenterol Hepatol. 2017 Aug;14(8):491-502; https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28611480/
    Triantis V, Bode L, van Neerven RJ. Immunological Effects of Human Milk Oligosaccharides. Front Pediatr . 2018 Jul 2;6:190. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30013961/
    Puccio G et al. Effects of Infant Formula With Human Milk Oligosaccharides on Growth and Morbidity: A Randomized Multicenter Trial. J Pediatr Gastroenterol Nutr. 2017 Apr;64(4):624-631; https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28107288/
    Bode L. Overcoming the limited availability of human milk oligosaccharides: challenges and opportunities for research and application. Nutr Rev. 2016 Oct;74(10):635-44;https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/27634978/
    Kuhn L et al. Oligosaccharide composition of breast milk influences survival of uninfected children born to HIV-infected mothers in Lusaka, Zambia. J Nutr. 2015 Jan;145(1):66-72; https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/25527660/
    Flanders Stepans MB et al. Early consumption of human milk oligosaccharides is inversely related to subsequent risk of respiratory and enteric disease in infants. Breastfeed Med. Winter 2006;1(4):207-15; https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17661601/
    Faijes M et al. Enzymatic and cell factory approaches to the production of human milk oligosaccharides. Biotechnol Adv. Sep-Oct 2019;37(5):667-697; https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30935964/
    Summary of the applications submitted within the meaning of Article 10(1) of Regulation (EU) 2015/2283; https://ec.europa.eu/food/safety/novel_food/­authorisations/summary-applications-and-notifications_en

    Voltar

Informação selecionada sobre outros temas de interesse


Curiosidade em saber mais?